Blackdever Bloquada pelo MP de Minas Gerais

A justiça continua em cima de empresas multiníveis. A blackdever foi a empresa bloqueada desta vez deixando seus divulgadores muito preocupados já que a empresa foi lançada recentemente e não foram muitos os que conseguiram recuperar o dinheiro investido.

O Motivo do bloqueio é o mesmo da telexfree e bbom: Suspeita de pirâmide financeira.

Não se sabe ao certo se houve de fato um bloqueio ou se a blackdever acatou uma recomendação do ministério público de Minas Gerais com o intuito de mostrar ‘cooperação’ com as investigações e assim ganhar alguns pontos com a justiça.

A blackdever esta neste momento com um aviso em seu site que diz ”As atividades da blackdever estão suspensas por recomendação do ministério público do estado de Minas Gerais”.

 

Divulgadores sem confiança no multinível

O fato é que estes bloqueios estão frustrando aqueles que apostaram no multinível destas empresas para ganhar dinheiro usando a internet. Muitos já perderam muito dinheiro e a esperança.

Essas empresas multiníveis tem algo em comum pois todas elas trabalham com contrato de 1 ano. Geralmente o divulgador compra um pacote que tem uma validade de um ano necessitando de um novo pagamento para renovação do mesmo.

Estes bloqueios seguidos prejudicam muito estas empresas pois o divulgador perde a confiança de renovar seu pacote e pessoas que ainda não aderiram ao sistema ficam com medo de novos bloqueios.

 

Outras empresas como a blackdever podem ser bloqueadas

Empresas de multinível estão na mira da justiça! Depois que a justiça criou uma força tarefa para cuidar de assuntos sobre supostas pirâmides na internet várias empresas estão sendo investigadas e correm o risco de terem suas atividades paralisadas a qualquer momento.

Por volta de 30 empresas estão na lista de justiça e podemos ter bloqueios aos montes nos próximos dias.

Até!
 

artigos populares
🔔 Site que Paga para ler Notícia é Seguro?⇗

🔔 8 Dicas para não Cair em Golpes Online⇗

🔔 Tipos de Golpes Comuns na Internet⇗

 

 

Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Rolar para cima